Com a evolução dos canais digitais, o marketing está cada vez mais acessível para diversos tipos de negócio. Por isso, cometer algum erro de marketing é mais comum do que aparenta. 

Cada vez mais empresas estão investindo em marketing digital, porém poucas delas conseguem conquistar todo o potencial de retorno que uma estratégia pode proporcionar. Por isso, iremos listar seis erros comuns cometidos pelas empresas em estratégias e investimentos feitos em marketing.

1- Focar apenas em atrair clientes

Ser visto, aumentar o alcance da marca e atrair mais clientes é o que a maioria das empresas procura ao estabelecer em uma estratégia de marketing. Mesmo sabendo o quanto a retenção de clientes é essencial, muitos gestores acabam deixando-a de lado em prol de outras prioridades, o que pode ser um grande erro de marketing, já que financeiramente falando, é mais vantajoso trabalhar a retenção e fidelização de clientes do que investir em novas estratégias de atração. Além disso, a retenção é um indicador importante, pois se muitos dos seus clientes não voltam a comprar de você é sinal de que alguma coisa não está agradando os seu consumidores, podendo ser: atendimento ou produto/serviço ruim, desalinhamento com a expectativa e realidade, inexistência de pós-venda, entre outros motivos.

A recorrência de clientes também fornece uma previsibilidade de receita para a sua empresa, por isso a sua estratégia deve sempre estar pautada em mais de uma etapa. No caso da Value Marketing, trabalhamos com tráfego, engajamento, conversão e retenção.

2- Não mensurar resultados relevantes

erros de marketing- não mensurar resultados relevantes- Value Marketing

Um erro de marketing ainda muito comum é “mensurar” resultados baseados em métricas de vaidade, como por exemplo: likes, cliques e número de seguidores.  Algumas dessas métricas não apresentam relevância para o que mais interessa para as empresas, que é de fato aumentar a receita. Sem dados relevantes, não há como saber sobre o funcionamento de uma estratégia, tampouco ter previsibilidade sobre as ações a serem desenvolvidas futuramente. Se você não acompanha métricas como ROI, ROAS, CAC, LTV, Churn, Taxa de conversão e CPL, ou não tem conhecimento sobre essas métricas, com certeza está cometendo um erro grave. Veja neste post 9 métricas de marketing essenciais e que você deve acompanhar.

3- Não ter um time de vendas preparado

Não ter um time de vendas preparado- erros de marketing- Value Marketing

O setor de marketing e o setor de vendas precisam estar cada vez mais alinhados, pois trabalham em prol de um objetivo em comum que é o aumento da receita.

Alinhamento entre marketing e vendas significa que ambos compartilham objetivos, tecnologias e processos, permitindo que eles monitorem e otimizem todas as etapas das vendas, desde a primeira interação até o fechamento.

O processo de vendas hoje, ocorre em maior parte através de interação indireta entre comprador e vendedor, o que se dá através do marketing.

O erro que algumas empresas cometem é não dar atenção e treinamento necessário para o setor de vendas. Pouco adianta investir em marketing, gerar leads e o vendedor não fechar a venda. Muitas empresas não dão a devida importância para o time de vendas, o que acaba afetando os resultados. 

Vale lembrar, que os profissionais responsáveis pela venda, devem se dedicar exclusivamente a essa função. Por exemplo, uma secretária ou um atendente não são vendedores, pois se dedicam a diferentes tarefas. Um setor de vendas precisa de mais seriedade e treinamento constante.

4- Iniciar um negócio ou lançar um produto sem um MVP

O MVP ou Produto Mínimo Viável (tradução de “Minimum Viable Product”, em inglês) é uma metodologia que permite testar o impacto de um produto desde o início de seu desenvolvimento. Em resumo, é como um protótipo da sua solução. Ele permite mostrar qual é a visão da empresa/produto, mensurar a receptividade dos clientes e do mercado e testar diversas hipóteses previamente formuladas, sobre o produto e todos os aspectos do negócio. 

Para criar um MVP, é preciso que o produto contenha o mínimo de esforço necessário e recursos gastos para suprir a necessidade identificada nos clientes.

Um exemplo prático e comum é uma empresa que nunca vendeu na internet anteriormente e de repente decide investir muitos recursos em um e-commerce e aplicativo personalizado para vender seus produtos online, sendo que não tem dados suficientes para sequer saber se o seu público irá comprar e adotar essa ideia. Uma sugestão seria utilizar como “protótipo” uma opção de loja gratuita ou mais barata com as funcionalidades básicas que resolvam o problema do seu cliente durante uma fase de teste, desta maneira não utilizaria todos os seus recursos disponíveis caso a ideia não fosse aceita pelo público. Saiba mais sobre MVP aqui.

5- Colocar apenas o seu produto (ou serviço) em foco

Antes de colocar uma ação de marketing em prática, sempre devemos pensar em que problema estamos resolvendo na vida das pessoas.

Se você foca exclusivamente no produto e não no benefício que o cliente deseja ver atendido, corre o risco de não entender seu cliente nem quem são seus concorrentes, fazendo com que sua estratégia falhe e cometendo um grande erro de marketing.

6- Produzir conteúdo que não converte

Produzir conteúdos sem foco, para qualquer que seja o canal, não converte. Conversão é um dos principais objetivos do marketing e se e o seu conteúdo não incentivar um leitor a clicar em um CTA ou comprar um produto, ele terá falhado. Não produza conteúdo sem objetivo para a sua marca e para o seu cliente. 

Agora que você identificou os principais erros de marketing, faça o possível para não cometê-los e melhore os resultados da sua empresa!

Quer saber como a Value Marketing pode te ajudar a vender mais? Entre em contato conosco.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.